sexta-feira, abril 12, 2024

Diageo abre 750 vagas para curso online de formação de bartender

Leia também

A iniciativa é aberta para pessoas de todo o país, que estão cursando ou possuem Ensino Médio concluído, desempregados ou com renda em carteira assinada de até R$ 1.600 e que possuem computador ou smartphone com acesso à internet. Além das disciplinas fundamentais para a certificação, os alunos do curso terão sessões complementares com profissionais do mercado sobre as diferentes possibilidades de carreira que um bartender pode seguir, inovações do setor e conversas com profissionais que abordam a importância da saúde emocional e organizacional.

O gerente executivo do Instituto Diageo, Paulo Mindlin, afirma:

“Os participantes do Learning for Life terão aulas online para que possam atuar em bares, restaurantes, eventos e até mesmo empreender. A capacitação é muito importante para esse momento que estamos vivendo e o formato online permite atingir ainda mais pessoas do que o modelo presencial.”

De barman a bartender

Profissionais da coquetelaria eram chamados historicamente de barmen, uma vez que o ofício era exercido majoritariamente pelo público masculino, reconhecidos pelas pirotecnias e malabares. A carreira de bartender vem se diversificando ao longo do tempo e acompanhando a tendência dos coquetéis sofisticados que tomou os bares do mundo todo. Esse movimento também vem se reproduzindo no Learning For Life .

“Em 2020, tivemos 147 mulheres formadas, que representaram 48% dos alunos, cerca de 50% dos alunos eram negros e também tivemos muitos alunos que se autodeclararam trans e não-binários. O programa reúne cada vez mais um público diverso e representativo da nossa sociedade. Por ser online, conseguimos formar estudantes de 22 estados diferentes do Brasil”, completa.

Em abril de 2020, Bianca Lima, de 26 anos, foi consagrada como a melhor bartender do Brasil. Ela venceu a etapa brasileira do World Class Competition, considerado o maior campeonato de coquetelaria do mundo e organizado pela Diageo. Em 2019, a bartender iniciou sua carreira na área no programa:

“O Learning For Life mudou minha vida. Eu tinha outra expectativa de carreira. E no curso eu cresci como profissional de bar, fiz muitos contatos e aprendi muito para a vida. Durante o período de estudo, tive aulas sobre a importância do consumo responsável, relacionamento humano, comunicação, interpretação, inglês e matemática, que é muito importante e usada dentro do bar.”

Já Danilo Mathias, 33 anos, de São Paulo, aluno do programa no mesmo ano, atua como consultor nos pontos de vendas parceiros da Diageo no projeto Mestres dos Destilados. Em loja, ele desempenha o papel de um especialista de categorias de destilados, apresentando ao consumidor preparações de drinks para distintas ocasiões de consumo e celebrações em casa:

“Os profissionais que lideram o Learning For Life são excepcionais no conteúdo transmitido, tornando o aprendizado mais suave e instigante. A grade curricular é bem planejada, e ressalto a importância do módulo comportamental do curso. O grande ponto a ser destacado é a interação sadia que consegui sentir mesmo tendo estudado de forma remota.”

O Learning For Life é promovido pelo Instituto Diageo, entidade sem fins lucrativos realizadora de projetos sociais da Diageo, líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária de marcas como Johnnie Walker, Smirnoff, Tanqueray e Ypióca. Com apoio da consultoria MSX International e em parceria com instituições de ensino, órgãos públicos e instituições de treinamento, o programa é desenvolvido no Brasil desde 2000 e já formou mais de 21 mil pessoas de todo o país.

Os interessados devem preencher o formulário que está no Instagram do programa @learningforlife_br até o dia 30 de junho. 

Fonte feed: Via Feed Beer Art