25 maio2022

    Estudo aponta que o gosto umami pode reduzir o sódio no preparo das refeições

    Leia também

    Contagem regressiva para o show de Maria Gadú em Aracaju

    A cantora Maria Gadú está de volta a Aracaju...

    Supermercado realiza Festival de Marcas Exclusivas até dia 31 de maio

    São mais de 100 itens, incluindo alimentos, bazar, higiene...

    Um brinde ao café

    No dia Dia Nacional do Café, que tal celebrar...

    Rancho de São João RioMar

    RioMar Aracaju abre a temporada de festejos juninos e...

    Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), e publicado no International Journal of Food Science and Technology aponta que o gosto umami pode auxiliar na redução de sódio, sem trazer prejuízos ao sabor dos alimentos.

    Durante a análise, 103 participantes avaliaram seis amostras de duas receitas diferentes – arroz branco e carne moída – nas quais foram utilizadas diferentes concentrações de sódio, e uma delas com a adição do glutamato monossódico (MSG) principal substância que confere o gosto umami. A pesquisa apresentou a redução de sódio nas amostras preparadas com sal e MSG de pelo menos 30% no arroz e 33% na carne moída, dois tipos de refeições amplamente consumidas no Brasil, mantendo a mesma aceitação. O teste sensorial foi realizado no Laboratório de Técnica Dietética da Faculdade de Saúde Pública (LTD / USP).

    A nutricionista Mariana Rosa, principal autora do estudo, explica que a preocupação com o exagero do sódio na alimentação é uma medida preventiva de doenças cardiovasculares. “Dados da penúltima Pesquisa de Orçamentos Familiares (IBGE, 2011) mostram que a população brasileira consome, em média, mais do que o dobro da recomendação de sódio”, explica.

    A pesquisa ainda aponta que uma das principais dificuldades na redução do sal é por conta da palatabilidade das refeições. “Ter conhecimento do gosto umami e saber como inseri-lo no preparo das refeições – seja com alimentos que tenham o glutamato naturalmente presente como carnes, queijos e cogumelos, ou na versão granulada, que é produzida por meio da fermentação da cana-de-açúcar aqui no Brasil – auxilia a moderar o teor de sal e, como efeito, adotar um novo hábito muito mais saudável”, completa a especialista.

    O estudo menciona que devido ao momento de isolamento social adotado por conta da Covid-19, o hábito de cozinhar em casa está crescendo (63,8%), mas 61,2% consideram os padrões de alimentação saudáveis mais desafiadores (Almandoz et al., 2020), por isso Mariana e as demais autoras afirmam que seria um bom momento para fazer esses testes de redução de sódio nas refeições sem perder o sabor.

    Para acessar o estudo completo: https://ifst.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/ijfs.15061#

    Fonte feed: Via Feed Gastromania