terça-feira, março 5, 2024

Ambev investe em startup de embalagens sustentáveis

Leia também

Guylian traz novidade em sua linha para Páscoa

A marca de chocolate belga aumenta seu portfólio com...

Inscrições abertas para a Meia Maratona 21k Sergipe Run

Consolidada como uma das mais importantes corridas de rua...

10ª Edição do Café com Case discute o direito à cidade

Organizado por estudantes do quarto período do curso de...

Para que a inovação sustentável saísse do papel, Ambev e growPack, startup participante da segunda edição do programa Aceleradora 100+ em 2020, firmaram parceria para a viabilização do projeto piloto. Somente nas duas primeiras edições do programa Aceleradora 100+, a Ambev investiu mais de R$ 12 milhões em projetos disruptivos, que trouxeram soluções inovadoras como o desenvolvimento de novas embalagens, caminhões elétricos, agricultura sustentável dentre outros.

Com uma economia bio-baseada, ou seja, ciclo de vida completamente sustentável, a embalagem da growPack é produzida com rejeitos agrícolas, basicamente palha de milho, de forma 100% mecânica (sem químicos e efluentes). O descarte acontece de maneira completamente compostável ou reciclado junto na cadeia do papel.

A produção das embalagens com o biomaterial consome 80% menos água, reduze em 50% as emissões de gás carbônico (CO2) e economiza 25% de energia elétrica em comparação com o papel cartão. Em 2020, a Ambev atingiu 45% de conteúdo reciclado nas embalagens de PET, 47% nas embalagens de vidro e 74% nas latas de alumínio no Brasil.

Esta e outras iniciativas que minimizam impactos no meio ambiente sinalizam que a busca por transformações sustentáveis da companhia tem apresentado resultados tangíveis e contribuições importantes à natureza.

Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Suprimentos e Sustentabilidade da Ambev, conta:

“Estamos testando novas soluções, considerando matérias primas sustentáveis para a produção de embalagens e ampliação da cultura do retornável até atingir nossa meta zero de emissões plásticas até 2025.”

Nesta jornada, não é possível seguir sozinho. Por isso, a Ambev também tem avançado em mais projetos neste sentido: com o apoio de parceiros e gerando crescimento compartilhado, impulsionamento do empreendedorismo.

“A Aceleradora 100+ é um destes exemplos. O programa foi além de trazer ideias inovadoras para solucionar os desafios de sustentabilidade propostos, ele nasceu com o objetivo de quebrar estigmas do ecossistema de startups, unindo pessoas comuns e estimulando o empreendedorismo”, conclui Rodrigo.

Fonte feed: Via Feed Beer Art