24 maio2022

    Por que o vinho em lata virou tendência

    Leia também

    Rancho de São João RioMar

    RioMar Aracaju abre a temporada de festejos juninos e...

    Influenciadora digital Ludja Victória participa do “Sal e Brasa Convida”

    A influenciadora digital Ludja Victória foi a convidada da...

    Influenciadora digital Giulia Thalia conhece as delícias do Mirante

    A influenciadora digital Giulia Thalia foi conhecer as delícias...

    Tac Tacs chega ao RioMar Aracaju trazendo o parque ‘A Fazendinha’

    Criados pelo Grupo Blitz, empresa especializada em gerar trabalho...

    “Para aproveitar o momento e ajudar na democratização do vinho”, a Vinícola Guatambu, com um grupo de empresários, desenvolveu o vinho Mysterius, especialmente para a versão em lata. As uvas dos vinhos Mysterius amadurecem na imensidão do pampa gaúcho. Entre os benefícios do vinho em lata, está o fato de ser reciclável. Além disso, devido ao isolamento com o ambiente externo, a vedação à entrada de luz, a lata esfria mais rapidamente, protege o vinho dos raios UV e preserva o sabor.

    Ariel Kogan, diretor comercial, explica:

    “O Brasil tem um potencial enorme para comportar essa nova tendência. Tanto para as novas gerações, quanto consumidores mais assíduos têm consumido vinho cada vez mais, sempre buscando novas experiências de formatos e sensoriais.”

    Ariel Kogan é de Mendoza, Argentina, e trabalha no universo do vinho desde 2009. Tem história no ativismo socioambiental em prol do desenvolvimento sustentável, e, em uma conversa sobre esse cenário e sobre a mudança de consumo de vinhos com o produtor da Vinícola Guatambu – uma das mais inovadoras do Brasil –, Valter Potter, começaram a amadurecer a ideia sobre a produção de um vinho em lata, visto que a vinícola, tecnologicamente através de seus parceiros, estava pronta para encarar essa produção, porém em uma versão diferente: um vinho produzido especificamente para esse projeto.

    Valter Potter, proprietário da vinícola, comenta:

    “O lançamento da Mysterius é um marco para nós, da Guatambu. Além da praticidade, tem como diferencial o cuidado com o meio ambiente e a grande qualidade dos produtos”

    Para completar o projeto, Ariel convidou o argentino Pablo, publicitário especializado em construção de marca e o empresário brasileiro Rafael Donatiello, com expertise em vendas online e marketing digital. Assim se formou um time que deu origem à criação do Vinho Mysterius, embalado por ilustrações do artista plástico Fabio Issao.

    Rafael Donatiello, diretor de marketing, destaca:

    “A lata deixa a experiência mais despretensiosa, colocando de lado a cultura de ter de escolher a melhor taça ou harmonizar com o prato correto.”

    São duas opções:

    O Mysterius Veraz é um vinho tinto seco (com 14% de graduação alcoólica) e “surpreendente”, um corte de Cabernet Sauvignon, Tempranillo e Tannat.

    O Mysterius Intuição é um sedutor espumante (com 11,5% de graduação alcoólica), “com aromas, borbulhas e todo o frescor”.

    Pablo Nobel, sócio responsável pela comunicação, ressalta:

    “O Mysterius nasce para fazer um convite a todos sobre um novo estilo de beber vinho, sem muitas formalidades.”

    Fonte feed: Via Feed Beer Art