20 maio2022

    Para um bom churrasco, antes da carne é preciso saber escolher o carvão

    Leia também

    ‘Papo de Jardim’ promove roda de conversa sobre maternidade

    Encontro tem acesso gratuito e acontece na quinta-feira, 19...

    Vailton Linhares comemora 10 anos de sucesso cerimonial

    Nesta quinta-feira, 19, o cerimonialista Vailton Linhares reúne familiares,...

    GBarbosa terá ação no Dia da Coxinha, 18 de maio

    Crocante por fora e bastante recheada por dentro, a coxinha...

    Um carvão de qualidade ajuda a manter a brasa incandescente por mais tempo —consequentemente maior calor para preparar suas carnes.

    Um bom começo é evitar carvões com pedaços pequenos, pois queimam mais rápido. Escolha pacotes de carvão com toras grandes e, para conseguir identificar, apalpe a embalagem e sinta o tamanho dos pedaços.

    Para acender a brasa com mais facilidade, faça uma base de carvão com pedaços menores e, nas laterais, disponha o carvão de maneira que forme uma cabaninha, para ter uma boa circulação de ar —o ar vai ajudar a manter o fogo aceso.

    Acendedores de álcool sólidos, ou em formato de fósforo, facilitam demais a vida. Se não tiver um desses, você pode usar papel toalha ou papel higiênico enrolando-os com algumas voltas. Depois, molhe com óleo o suficiente para encharcar, coloque no centro desta cabaninha e acenda.

    Depois de 40 minutos, sua brasa estará pronta para uso!

    Para escolher uma carne de qualidade, prefira peças embaladas a vácuo. A embalagem a vácuo preserva a carne, evitando escurecimento e proliferação de bactérias.

    Confira se a embalagem está intacta, se não perdeu o vácuo, e se não tem muito líquido —líquido em excesso é sinal de que esta carne passou por mudanças de temperatura, perdendo sua qualidade. Confira a data de validade, mas o que vai mesmo fazer a diferença é a data em que a carne foi embalada. Escolha peças com entre 14 e 21 dias de produção.

    Depois que a carne sai da churrasqueira, é importantíssimo deixá-la descansando por uns minutinhos.

    O calor da brasa faz com que a água presente na carne fuja do calor e, como douramos os dois lados, este suco da carne fica retido no centro. Quando deixamos descansar, este suco da carne vai voltando para as extremidades, garantindo um ponto mais uniforme e maior suculência e sabor.

    Fonte feed: Via Feed Folha de S.Paulo