quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Professora de enfermagem orienta como cuidar de queimaduras 

Leia também

Pão Recheado com Atum: pra fazer em casa

Rendimento: 12 porçõesTempo de Preparo: 90 minutosCalorias: 175 a...

Aracaju recebe a exposição ‘O Fantástico Mundo Marinho’

Exposição "O Fantástico Mundo Marinho" chega ao RioMar Aracaju...

Pré-Caju 2024 será lançado no dia 22 de março

Durante a solenidade, serão anuciadas a programação e demais...

Os festejos do mês de junho chegaram e junto com a tradição junina, as fogueiras e os fogos de artifício. Eles deixam as festas mais iluminadas, contudo, precisam de muito cuidado na hora do manuseio. Infelizmente, esse é um período em que o número de acidentes que provocam queimaduras aumentam, principalmente entre crianças e adolescentes.

Para falar um pouco sobre o que fazer em caso de queimaduras e sobre a prevenção desses acidentes, a professora do curso de enfermagem da Faculdade São Luís de França, Jéssica Carvalho, esclarece e orienta alguns procedimentos iniciais.

De acordo com a profissional, queimadura é toda lesão provocada pelo contato direto com alguma fonte de calor ou frio, seja produtos químicos, corrente elétrica, radiação, ou mesmo alguns animais e plantas (como larvas, água-viva, urtiga). “As queimaduras podem ser: térmicas: são provocadas por fontes de calor como o fogo, líquidos ferventes, vapores, objetos quentes e excesso de exposição ao sol; Queimaduras químicas: provocadas por substância química em contato com a pele ou mesmo através das roupas; Queimaduras por eletricidade: são provocadas por descargas elétricas”, explicou.

Ainda segundo a professora de enfermagem, cada tipo de queimadura exige cuidados diferentes, no caso das queimaduras provocadas por fogo ou qualquer outra fonte de calor, recomenda-se colocar a parte queimada debaixo da água corrente fria, com jato suave, por, aproximadamente, dez minutos. Utilizar compressas úmidas e frias também é recomendado. Se houver poeira ou insetos no local, mantenha a queimadura coberta com pano limpo e úmido.

Jéssica também alerta para o que não se pode fazer na lesão: “nunca toque a queimadura com as mãos; nunca fure bolhas; não tente descolar tecidos grudados na pele queimada; nunca retire corpos estranhos do local queimado”, orienta.

Quando o assunto é queimadura existem receitas populares de produtos caseiros que prometem amenizar a dor, mas a profissional ressalta que deve-se ter cuidado com as dicas de internet. “Nunca coloque manteiga, pó de café, creme dental, óleo de cozinha ou qualquer outra substância sobre a queimadura, só um profissional da saúde pode orientar o que deve ser utilizado. Por isso procure ajuda o mais rápido possível”, afirmou.

Para Prevenir:

– Ao acender um fósforo, mantenha o palito longe do rosto. Assim, se escapar alguma chama, não irá atingir o cabelo ou a sobrancelha;

– Ao acender uma vela, observe se está longe de produtos inflamáveis, como botijões de gás, solventes ou tecidos;

– Manter crianças longe da cozinha durante o preparo dos alimentos, e sempre direcionar o cabo das panelas para a área do fogão;

– Não manipular álcool, querosene, gasolina ou outros líquidos inflamáveis perto do fogo. Esses produtos devem ser guardados longe do alcance das crianças;

– Em festas juninas, dar preferência às fogueiras pequenas, que só devem ser acesas longe de matas, de depósitos de papel e de produtos inflamáveis.