sábado, março 2, 2024

Rock in Rio, Heineken, Coca-Cola, Natura e Braskem se unem para reciclar 4,5 milhões de copos

Leia também

  • Rock in Rio com os seus parceiros implementam um vasto projeto de gestão de resíduos;
  • Resíduos são separados corretamente pelo público na Cidade do Rock ou são entregues em um dos pontos de troca por brindes;
  • Resíduos recicláveis são encaminhados para cooperativas parceiras contratadas pelo Rock in Rio;
  • Cooperativas separam os copos e formam fardos;
  • Reutiliza Já acompanha todo o processo e assegura a rastreabilidade Braskem compra o material das cooperativas garantindo geração de renda, transporta e converte os copos em resina reciclada;
  • Fornecedores de embalagem da Natura compram a resina reciclada da Braskem e produzem peças;
  • Natura compra as peças produzidas com resina reciclada e as transforma em produtos na fábrica de Cajamar, em São Paulo;
  • Consultoras de Beleza Natura vendem os produtos com embalagem produzida a partir da resina reciclada. Além de gerar renda, a iniciativa reduz o impacto ambiental e estimula o consumo consciente entre os clientes.

A aguardada 9ª edição brasileira do Rock in Rio ocorre no início de setembro. Mais do que a grandiosidade como encontro de música e entretenimento, o Rock in Rio é também um festival comprometido com a sustentabilidade. É o primeiro evento da América Latina e um dos primeiros do mundo a ser certificado pela ISO 20121 — Sistema de Gestão de Eventos Sustentáveis — e envia para reciclagem 80% de todos os resíduos gerados durante sua realização, tendo como meta para 2030 desviar todos os seus resíduos de aterro. A gestão de resíduos é uma das operações mais relevantes do Rock in Rio e já destinou para reciclagem 1,9 mil toneladas de resíduos em todas as edições.

Eduardo Picarelli, diretor da Business Unit da marca da Heineken no Brasil, afirma:

“Uma das nossas metas de sustentabilidade é a circularidade. Como marca, assumimos o compromisso de que, até 2030, 80% das embalagens de vidro sejam circulares. A implantação de um sistema de economia circular, inclusive para as garrafas long necks, é um empenho prioritário da Heineken. Levar essa ideia para o Rock in Rio e contribuir para um evento mais equilibrado ambientalmente é uma satisfação para nós.”

Denise Coutinho, diretora de Marketing da Natura, afirma:

“A redução de resíduos é um compromisso de longa data da Natura, primeira empresa brasileira de cosméticos a oferecer refis de produtos há mais de 35 anos. Hoje, a circularidade é uma das nossas três causas, chamada Mais Beleza, Menos Lixo. Atualmente, 81% de todo o material de nossas embalagens já é reutilizável, reciclável e compostável, e a meta é chegar a 100% até o final da década. Também temos o compromisso de ser uma empresa carbono zero até 2030. Transformar esses resíduos em embalagens de desodorantes corporais de diversas linhas da Natura, portanto, reafirma a nossa crença de que o lixo não é o fim, mas um novo começo. Estamos muito orgulhosos dessa ação conjunta no maior festival de música e entretenimento do mundo porque acreditamos que engajar as pessoas para as transformações que queremos ver na sociedade é fundamental.”

Katielle Haffner, Head de Sustentabilidade, Relações Públicas e Comunicações da Coca-Cola Brasil, afirma:

“A Coca-Cola assumiu o compromisso público de até 2030 zerar o impacto de todas as embalagens da marca no planeta. Esse objetivo, que faz parte da visão Mundo Sem Resíduos, é um grande desafio para nós e não vamos conseguir fazer isso sozinhos. Não se trata apenas de reduzir o nosso impacto, mas sim, ser uma força maior para enfrentar os desafios a longo prazo. Por isso, os consumidores também têm um papel fundamental nessa jornada de economia circular. Entendemos que eventos como o Rock in Rio e festivais icônicos de música, são ótimas oportunidades para engajarmos as pessoas com o tema e promovermos o lado educacional sobre impacto socioambiental. Nós, com outras grandes marcas, estamos reforçando o cuidado com o nosso planeta também nas horas de diversão e nosso compromisso com o meio ambiente. Entre as metas da The Coca-Cola Company estão a expansão dos produtos recicláveis para todas as embalagens, a incorporação de pelo menos 25% de material reciclado nas embalagens PET da companhia até 2025 e alcançar a destinação correta para 100% das embalagens colocadas no mercado até 2030. Estamos juntos nessa.”

Ana Laura Sivieri, diretora de marketing e comunicação da Braskem, afirma:

“Essa iniciativa está diretamente relacionada com as metas que a Braskem assumiu para os próximos anos em prol da economia circular. Faz parte do nosso compromisso conscientizar a sociedade sobre o uso e descarte consciente de resíduos plásticos e engajar a todos nessa tarefa que é coletiva. Se a intenção do Rock in Rio é fazer um mundo melhor, queremos ser parte disso, pois acreditamos que é possível, sim, desde que tenhamos a colaboração e parceria de todos os setores da cadeia.”

Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio afirma que a ação é mais um passo dado pelo Rock in Rio em direção a um mundo melhor:

“Somos uma marca cada vez mais comprometida em ajudar na construção de um mundo melhor e somos agentes ativos nessa construção. Desde a edição de 2011, já conseguimos alcançar a marca média de 80% de resíduos desviados de aterro. Este ano, além das iniciativas com os recicláveis, estamos destinando para compostagem o resíduo orgânico dos caterings artístico e de fornecedores. Apenas na montagem já temos menos 650 kg de resíduos orgânicos para o aterro. Temos convicção de que só conseguiremos fazer melhor a cada dia se toda a cadeia produtiva estiver envolvida e se essas iniciativas estiverem ao alcance de mais e mais empresas. Essa união de várias empresas em prol de um mesmo objetivo é um bom exemplo de como isso pode acontecer.”

Fonte feed: Via Feed Beer Art