sábado, março 2, 2024

‘Altares de Santo Antônio’ segue até 30 de junho em Aracaju

Leia também

Exposição em homenagem às tradições juninas acontece no Shopping Jardins

A mostra ‘Altares de Santo Antônio’ reúne três altares criados pelos artistas plásticos Andresson Dias, Fábio Sampaio e Jorge Luiz em homenagem ao santo casamenteiro que dá nome ao bairro onde a capital sergipana nasceu. O público de todas as idades tem a oportunidade de apreciar a exposição no Shopping Jardins, até sexta-feira, 30 de junho, das 9h às 22h. O acesso é gratuito e pode ser apreciado pelo público de todas as idades.

A iniciativa integra a programação do projeto ‘Cajucidade’, idealizada por Fábio Sampaio, e apresenta dois altares instalados próximo à loja Kalunga e um localizado em frente a O Boticário. Compondo os espaços que recriam iconograficamente os universos da crendice popular e da fé católica, estão também obras de Mazinho e Ju Amora, cedidas pelo colecionador Mário Britto, e quadros de Ana Denise, Cláudia Nen, Hortência Barreto, Joel, Rosa Graccho e Zé Fernandes, que representam diferentes gerações da produção artística sergipana sobre o ciclo junino.

Imagem de altar colorido com bandeirolas e santo antonio
Homenagens a Santo Antônio

A produção de altares é uma tradição que remete a muitas gerações de antepassados de famílias sergipanas. O projeto “13 noites com Antônio”, desenvolvido desde 2001 pelo professor doutor Otávio Luiz Ferreira, no Centro de Cultura e Arte da Universidade Federal de Sergipe (Cultart/UFS), é uma das referências da homenagem feita ao santo em nosso Estado. Além de Otávio Luiz, os professores de arte Maria Lucineide Ribeiro, Stella Regina Cárceres, Flávia Cunha Santos, Manoel Odilon, entre outros, são reconhecidos por contribuir com a preservação desse gesto de ‘cajucidade’ e de amor ao jeito de ser e viver do sergipano.

Os artistas

Artista visual formado pelo Universidade Federal de Sergipe (UFS), Andresson Dias iniciou sua trajetória artística em 1993, com a criação de figurinos, adereços e cenografia para o teatro. As tradicionais bandeirinhas juninas são tema de destaque em seus trabalhos, especialmente na estamparia artesanal que, a cada ano, ganha um novo olhar artístico. Entre suas criações, estão a confecção e a manipulação de marionetes na montagem do Auto da Barca do Inferno, do Autor João Vicente, apresentada em Portugal e na Espanha, e a exposição ‘Ao Mestre das Bandeirinhas’, em que homenageia o artista plástico Volpi.

As criações do produtor cultural e artista plástico Fábio Sampaio exala contemporaneidade. Com mais de 30 anos de carreira, coleciona participações em importantes exposições pelo Brasil e pelo mundo afora, como as Bienais de Florença e Bruxelas e mostras em Paris e Nova Iorque. Movido por sua paixão pela capital sergipana, ele criou em 2010 o termo ‘cajucidade’ para expressar um tipo de comportamento tropical que contagia não só aracajuanos, mas todos que se deixam levar por esse universo ímpar. Desde então, Fábio Sampaio brinda a população sergipana e os turistas com ações artísticas como os cajus gigantes instalados em diferentes pontos de Aracaju, inclusive no Shopping Jardins.

Desde 1972, o aracajuano Jorge Luiz Barros compartilha a sua arte com o público, através de desenhos, pinturas, esculturas e objetos cenográficos singulares. Tendo grandes nomes como mestres, a exemplo de Eurico Luiz e Leonardo Alencar, o artista plástico e designer de interiores já participou de diversas exposições individuais e coletivas em Sergipe, Alagoas, Bahia, Pernambuco, Paraná, Curitiba e Rio de Janeiro.

‘Altares de Santo Antônio’

O quê? Exposição de altares criados por Andresson Dias, Fábio Sampaio e Jorge Luiz em homenagem a Santo Antônio e às tradições juninas.
Quando? Até 30 de junho, das 9h às 22h.
Onde? Próximo à loja Kalunga e em frente a O Boticário do Shopping Jardins – Av. Ministro Geraldo Barreto Sobral, 215 – Jardins, Aracaju | SE.
Acesso? Gratuito.