sexta-feira, abril 12, 2024

Banda Sinfônica do Corpo dos Fuzileiros Navais promove pocket show no RioMar

Leia também

Banda Sinfônica dos Fuzileiros Navais promove pocket show no RioMar, como prévia da apresentação que acontecerá no Teatro Tobias Barreto

Evento será realizado no dia 4 de julho, às 19h, na Praça de Alimentação Mar  

A Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais, composta por 120 militares músicos, especialmente vindos do Rio de Janeiro, vai realizar uma apresentação musical, na próxima quinta-feira, 6 de julho, às 19h, no Teatro Tobias Barreto. O evento, que conta com o apoio do Governo do Estado de Sergipe e da Prefeitura de Aracaju, terá duração de uma hora e quarenta minutos e faz parte das comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil.

O acesso ao evento será mediante a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis, que devem ser entregues no ponto de troca localizado no segundo piso do RioMar Aracaju, próximo aos Caixas Eletrônicos, no horário de funcionamento do shopping.

Como prévia do que vai acontecer no Teatro Tobias Barreto, 40 integrantes da Banda Sinfônica, estarão na Praça de Alimentação Mar, no dia 4, às 19h, apresentando um pocket show, com alguns destaques do repertório que será executado no TTB.

Integram o repertório canções como o Hino do Estado de Sergipe (Manoel Joaquim de O. Campos e Frei José de Santa Cecília); Hino da Independência (Evaristo da Veiga); Conquista do Paraíso (Vangelis); Aria Cantilena (Heitor Villa-Lobos); Titanic Drums (Mark Wilson); Coisa Mais Linda (Marcus Valle, Tito Madi, Roberto Menescal e Tom Jobim); Tocando em Frente (Almir Sater e Renato Teixeira); O Sole Mio (Eduardo di Capua e Giovanni Capurro); Espinha de Bacalhau (Severino Araújo); Aquarela do Brasil (Ary Barroso); e Cisne Branco, entre outras.

Sobre a Banda Sinfônica

Composta por homens e mulheres, todos Fuzileiros Navais, a Banda fica sediada na histórica Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro. Em sua composição, há instrumentos de percussão variados, de sopro, de cordas e de palhetas, que fazem dela um grupo único, capaz de executar de peças eruditas a clássicos populares, com arranjos de extrema qualidade e de alto grau de complexidade de execução musical. Entre os 120 integrantes, a Banda se faz acompanhar de um coro de 30 outros músicos e de cantores solistas altamente qualificados e de timbres de voz singulares.